' ANGICO NO AR

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Caminhonete é engolida pelo mar na praia de Cumuruxatiba em Prado-BA

Uma trapalhada de um motorista custou caro. Uma caminhonete foi levada pelo mar, na praia da Japara Mirim, no Distrito de Cumuruxatiba, no município de Prado, no litoral do Extremo Sul da Bahia, na tarde desta quinta-feira (27).

De acordo com testemunhas, o dono do veículo estava curtindo na praia. A suspeita é que o proprietário tenha estacionado em local irregular com a maré subindo, fazendo com que o veículo fosse arrastado para dentro do mar. Uma testemunha que não foi identificada acusou o motorista de imprudência.

Fonte: Prado Notícia

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Homem é preso na sede do Detran ao tentar transferir carro roubado para o próprio nome em Salvador-BA

Um homem foi preso após tentar transferir um carro roubado para o próprio nome, no Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba), em Salvador. O suspeito, de prenome Luiz Alberto, foi preso em flagrante por policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), em posse de um uma picape de cor prata. O caso ocorreu na última terça-feira (25).

De acordo com a polícia civil, o veículo foi roubado em Feira de Santana, em novembro de 2016. Na delegacia, Luiz Alberto disse aos policiais não saber da origem ilegal do automóvel, e que o teria comprado por R$ 40 mil em Feira de Santana. Ele não soube, no entanto, descrever quem teria vendido o carro.

Após revista em seus pertences, a polícia encontrou ainda drogas que aparentavam ser maconha e haxixe. Luiz Alberto foi autuado pelo delegado Marcelo Tannus por receptação e posse de drogas. Ele foi encaminhado para o Núcleo de Prisão em Flagrante da Justiça.
Fonte: G1 Bahia

Grávida confessa morte do marido após ele arrancar genitália do filho com mordida (vídeo)

Uma mulher foi conduzida para a delegacia depois de matar o próprio marido a facadas, na manhã desta quinta-feira (27), no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. A vendedora de cosmético de 36 anos cometeu o crime por que o companheiro, um garçom de 27 anos, estava atacando o filho do casal e mordendo a genitália do garoto, que tem apenas 2 anos de idade. A mulher, que está grávida de cinco meses do terceiro filho do relacionamento com o homem, foi levada para a Central de Plantões, no bairro de Campo Grande, também na Zona Norte do Recife. “Ele ficou dizendo que o diabo tava comendo a pitoca do meu filho. Era só o que ele queria fazer. Aí só veio isso na minha cabeça de pegar a faca. Ele estava segurando as pernas e os braços da criança e eu enfiei a faca várias vezes”, contou a mulher.

Ainda de acordo com ela, o marido começou a ficar estranho na tarde da quarta-feira (26) e cometeu o crime durante a madrugada. O caso está na Central de Plantões da Capital e a delegada ainda analisa os depoimentos. O ato não teria conotação sexual, de acordo com a polícia. A filha da mulher, uma menina de 12 anos, presenciou o crime e também foi ouvida pela delegada Genezil Coelho, que iniciou as investigações. O caso não se trata de um flagrante, garantiu a delegada.

Socorro
A criança foi socorrida para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área Central da Cidade. De acordo com as primeiras informações da unidade de saúde, o bebê teve o órgão genital mutilado e precisou passar por cirurgia. Os médicos tentaram fazer um procedimento vascular para manutenção do órgão sexual, mas não foi possível. A criança está na sala de recuperação e o estado de saúde é estável.

Vídeo:

Adolescente confessa traição em ‘jogo da fidelidade’ e é morta pelo namorado

A adolescente Jéssica Moreira Hernandes, de 17 anos, encontrada morta na segunda-feira (24) teria sido assassinada após um ‘teste de fidelidade’ organizado pelo namorado e o primo dele. A garota ficou desaparecida por quatro dias após sair de casa de bicicleta em Cerejeiras (RO), na região do Cone Sul. Os dois suspeitos estão presos.

A mulher do primo, que também havia sido presa na terça-feira (25), foi liberada na quarta-feira (26) por falta de provas. O namorado da jovem alega inocência. Na coletiva de imprensa realizada na quarta-feira, o delegado Rodrigo Spiça explica que Diego Parente, primo do namorado de Jéssica, confessou o que aconteceu no dia do desaparecimento da adolescente. Diego relatou que Ismael da Silva, o namorado, é extremamente ciumento e estava desconfiado da infidelidade de Jéssica. Por conta disso, o chamou para fazerem um teste de fidelidade com a garota. Depois de organizarem o plano, Diego atraiu Jéssica para o local do crime sobre a argumentação de que possuía provas de uma suposta traição de Ismael.
Na casa, Diego convidou Jéssica para a cozinha, e a deixou sentada de costas para onde Ismael ficaria ouvindo a conversa. O primo tinha a missão de descobrir se Jéssica havia traído Ismael. Dessa forma, ele tentou persuadi-la dizendo que mostraria as provas da suposta traição de Ismael, se ela também contasse a verdade sobre o relacionamento dela.

“Diego disse que Jéssica confessou que traiu Ismael, mas talvez ela tenha até mentido na ânsia de receber a informação dele. Alguma coisa que Jéssica falou despertou a ira de Ismael. Segundo Diego, após a confissão, Ismael perdeu o controle. Ele estava com um pedaço de ferro na mão, entrou na cozinha e falou: ‘então é isso’. Nisso a Jéssica vira, leva um golpe na cabeça e desmaia”, conta o delegado. Diego descreve que ficou estático, pois não esperava aquela reação de Ismael. Em seguida, o namorado levou Jéssica para um espaço sem móveis e nisso, a menina começou a recobrar os sentidos. Conforme Diego, ao perceber, Ismael empurrou a garota, que bateu com a cabeça no chão e desmaiou novamente. O primo enfatizou no depoimento que alertou Ismael e pediu para que parasse. Contudo, o namorado teria se apossado de uma faca e dado um golpe nas costas da adolescente, e em seguida, na garganta dela.

“O Diego falou que virou o rosto, porque não aguentou ver a cena. Na sequência, Ismael disse: ‘agora você está comigo. Você vai me ajudar, porque se não eu mato você também. Você não vai falar nada e vai me ajudar’. Essa é a versão do Diego, que ainda será apurada”, salienta o delegado. Depois disso, Ismael saiu e voltou com um carro com carroceria e uma lona. Eles embalaram o corpo, amarraram e colocaram no veículo. Ismael pegou a bolsa e o celular da garota e Diego ficou responsável por limpar os vestígios de sangue da casa e por se livrar da bicicleta. O primo revelou que desmontou a bicicleta e a jogou dentro de um poço na propriedade. O endereço da casa não foi divulgado, pois a polícia está averiguando o local, bem como o poço, para saber se a versão é verdadeira. A esposa de Diego também foi presa na terça-feira, mas foi solta na manhã desta quarta-feira. Segundo o delegado, após a confissão de Diego, foi afastado o envolvimento da mulher.

Investigações
O delegado enfatiza que existem muitos elementos a serem esclarecidos, e que os dados trazidos por Diego estão sendo comprovados. “Todos os indícios e elementos que nós tínhamos foram confirmados em relação aos dois. Um deles confessou em partes. Na verdade ele [Diego] contou uma versão que alivia para ele, mas que deixa o outro em situação bastante dificultosa”, esclarece. Spiça ressalta que o inquérito não está concluído, e que ainda serão juntados exames periciais, análise de dados de telefones, imagens que estão sendo recuperadas pela cidade, comprovação de localização, e oitivas de pessoas.

“Não existe nenhum outro suspeito. Foram os dois. Os dois tiveram participação. Grau maior ou menor está a se definir ainda. Qualquer outra possibilidade está afastada nesse momento. Não tenho nada concreto contra ninguém mais. Contra os dois eu tenho muito, inclusive a confissão do Diego”, afirma. A prisão de Diego e Ismael é temporária e tem prazo de 30 dias. Nesse período a polícia pretende esclarecer os detalhes da história e confrontar as informações com a versão de Ismael. “Os locais e os tipos de ferimentos descritos por Diego bate 100% com o que os legistas me disseram. Isso significa que se não foi um, foi o outro”, finaliza o delegado.


Defesa
A advogada Sara Eugênio de Souza, que defende Ismael, diz que o namoro com Jéssica já durava cerca de três anos e que as decisões tomadas no caso estão sendo precipitadas. “Meu cliente alega inocência, o que será provado no decorrer das investigações”, salienta. O advogado Fernando Milani e Silva, que representa Diego, afirma que o cliente participou do teste de fidelidade, mas não tinha noção que um crime poderia ocorrer. “A esposa não teve nenhum envolvimento. Ele mesmo nunca achou que algo assim poderia acontecer. O primo dele ficou transtornado e o ameaçou”, explicou.
Fonte: Rede Amazônica

Caso da Baleia Azul é registrado no município de Mundo Novo-BA

Na última Quarta-feira dia 26 de Abril de 2017 foi registrado na Cidade de Mundo Novo-BA, o primeiro caso de um jovem vítima do "jogo" Baleia Azul ou ( Blue Whale ).

O jovem por nome Nilvan da região da Serra do Cobé.

Segundo relatos os policias estão à procura de Nilvan que sumiu desde a manhã de Quarta-feira.

Fonte: Dudu Locutor

Angico Prime será neste domingo

5ª Festa Municipal do Licuri será realizada no povoado do Uruçu, município de Mairi

O Licuri é uma Palmeira nativa, predominante em nossa região, em especial na região do Povoado de Uruçu, o fruto é rico em ferro, cálcio, cobre magnésio, zinco, manganês, sais minerais e betacarbonato.

Em 2012 a comunidade de Uruçu foi motivada a sediar o Evento o primeiro evento no município, que foi a 5ª Edição da Festa do Licuri Regional, organizada pela COOPES – Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina, com concurso de Rainha do Licuri, concurso Sabor do Licuri, concurso de poesias, paródias, cantigas de rodas, quebra e debulha etc. Daí em diante a comunidade percebeu que o licuri é um produto sustentável, que seu aproveitamento complementa a renda familiar, vendo a festa como um evento importante para incentivar a preservação da palmeira e a cadeia produtiva, apresentado para os produtores os produtos derivados do Licuri resolveu tornar a festa em um evento municipal, a qual foi reconhecida e incluída no calendário do município pela Lei
Municipal nº 765/2013 de 04 de julho de 2013.
A Festa do Licuri é um momento de celebrar, comercializar os produtos, mostrar para a comunidade local e circunvizinha a importância da preservação desta palmeira e através de oficinas que antecedem a festa demonstra as ferramentas de produzir, beneficiar, formas de estocar, como escoar os produtos e partilhar os frutos.

O licuri tornou uma fonte de renda para muitas famílias nesta localidade, é o fio de esperança para jovens e adultos, diminuindo assim o êxodo rural.

Objetivo geral
Realizar a 5ª Festa do Licuri, integrando toda a comunidade do Povoado de Uruçu, regiões do Município de Mairi e cidades circunvizinhas, estimulando o desenvolvimento Cultural e turístico Rural do município.

Objetivos específicos
- Capacitar produtores e produtoras na produção de derivados do licuri;

- Fortalecer e desenvolver atividades de educação ambiental, preservação, resgate de tradições, promoção, divulgação e fortalecimento da comercialização dos produtos beneficiado do licuri;

- Divulgar e promover as fortalezas, mas, também de envolver o mundo da gastronomia na batalha pela defesa da biodiversidade, estimulando os cozinheiros a estabelecer uma relação direta com os pequenos produtores;

- Incentivar a criação de uma renda de produção e valorização do licuri a nível municipal com parcerias do poder público do município, cooperativas, associações e circunvizinhos;

- Usar o licuri como fonte de alimentação e complementação da renda familiar;

-Possibilitar o aproveitamento do licuri e das frutas da região valorizando a agricultura familiar;

-Integração das comunidades produtoras da região.

Programação:
10h30min - Missa;
11h30min - Abertura com sambadores locais;
12h30min - Almoço “Sabor do Licuri”;
13h30min - Apresentação das escolas;
14h30min - Apresentação da Melhor Idade;
15h00min - Concurso Sabor do Licuri;
16h00min - Desfile da Rainha;
16h30min - Desfile dos Garotos;
17h00min - Resultados dos jurados;
18h00min - Atrações artísticas.
Fonte: Agmar Rios

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Homem é fuzilado dentro do próprio caixão durante velório em igreja

Um caso inusitado foi registrado na noite desta terça-feira (25), em Ilhéus, no sul da Bahia. O corpo de um homem, que era acusado de ter participado na morte de um PM no último fim de semana, foi atingido por tiros dentro do caixão em que era velado em uma igreja local.

Segundo informações de populares, os bandidos teriam invadido a igreja onde o corpo era velado, e efetuado diversos disparos contra o caixão do defunto, que ficou com marcas de bala. Ainda segundo populares, os bandidos teriam deixado um bilhete, e disseram que se o corpo continuasse naquele local, eles voltariam e atirariam contra as pessoas que estavam no velório.

De acordo com informações da polícia, Danilo José Silva era acusado de ter assassinado o soldado da Polícia Militar Tyrone Thomaz de Aquino Araújo, de 44 anos, no município de Ilhéus, no último domingo (23). Danilo foi assassinado com cerca de 10 tiros logo após sair da delegacia, enquanto voltava para casa.

Fonte: Rastro-101