' ANGICO NO AR

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Bebê de 10 meses morre após avó confundir produto de limpeza com suco

Um bebê de 10 meses morreu depois de ingerir um produto de limpeza dado por engano por sua avó na manhã deste domingo (19), em Jaú, São Paulo.

Segundo a Polícia Militar, o produto, de cor roxa, era guardado em uma garrafa de suco. De acordo com o G1 São Paulo, a avó da menina pensou que o líquido era suco de uva. Ela colocou o produto na mamadeira e deu para a neta beber. A criança passou mal após ingerir o líquido.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) levou o bebê até a Santa Casa de Jaú, mas a bebê não resistiu e morreu intoxicada.
Com informações do G1

Incêndio na carceragem da Polícia Federal assusta presos da Lava Jato

Na madrugada desta segunda-feira (20), houve um princípio de incêndio na carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba. Segundo informações da própria PF, o incêndio aconteceu no setor elétrico do prédio, atingindo uma sala no subsolo. O fogo foi controlado rapidamente e não causou danos à carceragem da PF. Neste prédio estão vários presos da Operação Lava Jato, como o empresário Marcelo Odebrecht, o ex-ministro Antonio Palocci, o ex-presidente da construtora OAS, José Adelmário Pinheiro, o ex-deputado Pedro Correa e o empresário Adir Assad. O atendimento no local foi interrompido para a averiguação das causas do incêndio. De acordo com a Superintendência da PF, não houve danos a nenhum documento da Operação e nem outra coisa que pudesse atrapalhar a Lava Jato. Investigações estão sendo feitas pelos peritos para descobrir o que causou o incidente.

Muita fumaça
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, alguns equipamentos eletrônicos foram atingidos. Mesmo ninguém ficando ferido, o susto foi grande. Foram usados dois caminhões-tanque para controlar o fogo. A quantidade de fumaça no local impressionava. A corporação informou que os serviços prestados no local estão suspensos, como a emissão de passaportes, por exemplo.

Corrupção
O procurador Regional da República, Carlos Fernando dos Santos Lima, afirmou que os depoimentos dos executivos e ex-executivos da Odebrecht causarão um grande "tsunami" na política brasileira. De acordo com Lima, a corrupção na Petrobrás existe em todos os setores da política e envolve partidos de esquerda e de direita. "Ela está presente em todos os níveis de governo", afirma o procurador.

Lima defende o fim do sigilo para a maior parte da delação da Odebrecht. Segundo o procurador, existem muitos favores que os políticos fazem utilizando o governo e em troca recebem financiamento para eles próprios ou para seus partidos.

Carlos Fernando Lima também negou que a Lava Jato realize prisões excessivas e que o brasil precisa urgente de uma reforma política. Ele defendeu as 10 medidas contra a corrupção.
Fonte: Blasting News

WhatsApp ganhará função para ficar mais parecido com Snapchat

O Whatsapp repaginou completamente a forma como os usuários enviam status. Sai de cena o texto puro, e no lugar entra a adição de fotos, vídeos e GIFs animados que desaparecem depois de 24 horas.

A novidade repete a função Stories do Instagram, que por sua vez já é uma cópia do Snapchat, outra rede social/mensageiro bastante popular entre os internautas mais jovens.

Os status com fotos aparecem “por alguns segundos”. Se tiver legenda, emoji ou algo escrito nela, a duração é um pouco mais longa. Os vídeos podem ter até 45 segundos.

O novo status do WhatsApp por enquanto não será liberado para os usuários brasileiros (mais de 100 milhões, conforme dados ainda de 2015).

A Holanda e a França recebem a novidade nesta segunda-feira (20). Amanhã é a vez de Reino Unido e Espanha ganharam o recurso, e quarta-feira ele será liberado para usuários da Itália, Arábia Saudita e Israel. “As demais datas de lançamento global serão divulgadas posteriormente”, informa a nota encaminhada a jornalistas. O recurso funciona no Android, iOS e Windows Phone.

Os amigos que receberem um status com foto, vídeo ou GIF poderão comentá-los. Os comentários vão chegar para o autor do status como uma mensagem no chat com estas pessoas.

Personalidades e usuários anônimos poderão criar status abertos a todos. De acordo com o aplicativo, “há ferramentas de segurança que permitem determinar quem verá seu status”. A equipe por trás do WhatsApp explica ainda que “cabe ao usuário fazer essa segmentação, se preferir”.

A assessoria de imprensa do WhatsApp tammbém esclareceu que é possível tirar screenshot (o famoso “print”) dos status novos. O autor da imagem ou vídeo não será notificado, ao contrário do que acontece no Snapchat.
Fonte: TechTudo

Anvisa proíbe venda de lote de extrato de tomate Quero com pelo de roedor

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda e a distribuição de um lote do extrato de tomate da marca Quero, fabricado pela Heinz Brasil, após laudo que constatou presença de pelo de roedor no produto. A proibição vale para todo o território nacional e está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, dia 20.

De acordo com a Anvisa, o laudo "apresentou resultado insatisfatório ao detectar matéria estranha indicativa de risco à saúde humana, pelo de roedor, acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente".

A punição é sobre o "lote L. 11 07:35 do produto extrato de tomate da marca Quero, produzido por Heinz Brasil S.A (CNPJ 50.955.707/0004-72), localizada na Rodovia GO 080 Km 26, Nerópolis-GO". Pela decisão da Anvisa, a empresa deverá recolher todo o estoque do lote insatisfatório existente no mercado.

Chove forte em Jacobina

Depois de um período prolongado de forte estiagem, neste exato momento, 18h e 39min, uma forte chuva cai na Cidade do Ouro.

A esperança é que esta chuva se prolongue o maior tempo possível e faça a alegria do agricultor, além de, claro, reforce os reservatórios de água dá região.

Fonte: Bahia Acontece

Jovem que tentava separar briga é morta por tiro dado pelo namorado em Mirangaba-BA

Uma jovem de 20 anos, identificada como Edilane Reis Sampaio, foi morta por um tiro disparado pelo próprio namorado, quando tentava separar uma briga no município de Mirangaba, região norte da Bahia, na noite de domingo (19). Segundo informações da polícia, o autor do disparo, um jovem de 22 anos, foi preso em flagrante instantes depois do crime. Ainda de acordo com a polícia, uma amiga da vítima se envolveu em uma confusão com uma outra mulher, ainda não identificada.

Quando a jovem de 20 tentava separar a briga, o namorado dela sacou uma arma, e o disparo acertou a própria companheira. A vítima chegou a ser socorrida para um posto de saúde em Jacobina, a cerca de 30 quilômetros de Mirangaba, mas não resistiu ao ferimento. A Polícia Militar (PM) foi acionada por populares e realizou a prisão em flagrante de Tiago Aragão Silva, de 22 anos.

O namorado da amiga da vítima também foi preso. O dois foram levados para delegacia de Jacobina, onde o caso foi registrado, e vão prestar depoimento na manhã desta segunda-feira (20). O corpo da jovem de 22 anos foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) ainda no domingo. Até por volta das 8h30 desta segunda-feira, não havia informações sobre o enterro da vítima.
Fonte: G1 Bahia

Dançarina Carla Minhoca é presa na Itália por tráfico de mulheres para exploração sexual

A dançarina baiana Carla Sueli Silva Freitas, conhecida como Carla Minhoca, foi presa na Itália por envolvimento em uma quadrilha de tráfico de mulheres para exploração sexual. Ex-dançarina da banda Fantasmão, Carla foi presa na última quarta-feira (15), conforme reportagem do Fantástico, da TV Globo, veiculada neste domingo (19). Outras 14 pessoas também foram presas em solo italiano e no Brasil. A quadrilha da qual Carla Minhoca é apontada por fazer parte atua no Brasil desde 2010 e já levou 150 mulheres para se prostituir na Europa.
Segundo as investigações, as brasileiras voavam em aviões fretados de empresas italianas até Milão, onde pegavam um trem para Gorizia, na fronteira com a Eslovênia. Já no país, elas iam para a cidade de Nova Gorica, onde se prostituíam. O trabalho ocorria em dois turno, das 19h até pelo menos a 3h, em duas boates. Cada programa custava 200 euros (R$ 620,00) e a quadrilha ficava com metade do dinheiro. A reportagem dimensionou o lucro: explorando 20 brasileiras, a organização criminosa tiraria 10 mil euros por dia, ou R$ 65 mil. O dinheiro era movimentado em contas da Eslovênia, da Itália e do Brasil.

Além de Carla Minhoca, as brasileiras Daiana Paula Ribeiro da Silva, conhecida como Paloma, e Emanuela Andrade Bernardo foram presas na Itália e ainda não foram extraditadas. A polícia prendeu também os italianos Flávio Frugis, Marco Paolo Vila e Pasquale Ferrati, e os eslovenos Tine Motoh e Vitor Cavernick. Se condenados, os presos podem pegar 25 anos de prisaão por tráfico internacional de pessoas, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Brasileiro poderá trabalhar 14 horas diárias sem receber horas extras

A reforma trabalhista do governo Michel Temer pode permitir que horas de trabalho antes remuneradas como horas extras sejam incorporadas à jornada normal sem pagamento adicional. Atualmente, todo empregado que faz hora extra tem direito a receber um adicional de, no mínimo, 50% sobre o valor da hora normal.

Isso acontece porque a proposta permite que sindicatos e empregadores negociem jornadas de até 220 horas mensais, mas não estabelece critérios claros para diferenciar o que seria, dentro desse limite, horário regular ou trabalho extraordinário.

“A intenção é justamente permitir acordos coletivos com jornadas longas, de 10, 12 ou até 14 horas num dia, sem o pagamento de horas extras”, avalia Valdete Severo, juíza do Trabalho no Rio Grande do Sul.

Na ponta do lápis, o prejuízo ao trabalhador pode ser grande. Alguém que ganha dois salários mínimos, R$ 1.874,00, pode perder cerca de R$ 366,28 por mês – o equivalente a 20% da renda. Isso aconteceria no caso desse funcionário trabalhar todas as 220 horas mensais previstas na proposta, o que soma 2.640 horas ao ano. De acordo com as regras atuais, ao menos 344 horas na jornada anual desse funcionário seriam horas extras.

Esta é, na verdade, uma estimativa conservadora. As perdas do trabalhador seriam ainda maiores se levássemos em conta os feriados e os casos de trabalho aos domingos, quando as horas extras precisam ser pagas com 100% de acréscimo.

Menos que o salário mínimo
Outra mudança importante será na remuneração por produtividade, que passa a ficar sujeita aos arranjos feitos em acordos e convenções coletivas. O maior receio é que isso desobrigue empregadores a pagar o piso de categorias ou até mesmo o salário mínimo. Para Jorge Ferreira dos Santos Filho, coordenador da Articulação dos Empregados Rurais do Estado de Minas Gerais, esses são problemas que já acontecem na prática no meio rural, mas que são passíveis de punição pela justiça.

A reforma pode desobrigar empregadores a pagar o piso de categorias ou até mesmo o salário mínimo
Um exemplo é a colheita do café. Trabalhadores recebiam menos do que o salário mínimo em ao menos metade de 30 cafezais inspecionados pelo Ministério Público do Trabalho na região sul da Bahia entre maio e agosto de 2016. Segundo o procurador Ilan Fonseca, que coordenou as ações, a remuneração da lata – medida de aproximadamente 60 litros onde os empregados colocam o café colhido – gira em torno de R$ 2 a R$ 4, dependendo do local. “Muitos, especialmente os mais idosos, não conseguem receber mais do que R$ 500 ou R$ 600”, relatou o procurador.

Fonte: Repórter Brasil